Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas se recuperam e fecham em ligeira alta

Após dois pregões consecutivos no campo negativo, os mercados da Ásia apresentaram alta - a exceção foi a China. A recuperação das commodities e a alta dos preços do petróleo, além de fatores internos, foram determinantes para o bom desempenho das Bolsas.

Agência Estado |

Em Hong Kong, o índice Hang Seng adicionou 99,39 pontos, ou 0,5%, e terminou aos 21.392,71 pontos.

Na China, a queda no crescimento da produção industrial em julho aumentou os temores referentes à economia, o que levou a Bolsa de Xangai a fechar em queda pelo quinto pregão consecutivo. O índice Xangai Composto perdeu 0,4% e encerrou aos 2.437,08 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 0,2% e terminou aos 698,98 pontos. Yuan - Uma ligeira alta na taxa de paridade central dólar-yuan fez a moeda chinesa se desvalorizar em relação à unidade norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6.8600 yuans, de 6,8570 yuans nesta quarta-feira. A taxa de paridade central dólar-yuan foi fixada em 6,8630 yuans, de 6,8628 yuans ontem.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em alta, liderada pelas ações relacionadas a commodities e pelo segmento de turismo (+6,8%). Com volume normal de negociações, o índice Taiwan Weighted ganhou 0,5% e encerrou aos 7.326,07 pontos. O mercado da Coréia do Sul também apresentou alta, com a recuperação técnica nos papéis de siderúrgicas e de construção naval. O índice Kospi da Bolsa de Seul subiu 0,6% e fechou aos 1.572,19 pontos. Depois de dois pregões de baixa, o mercado filipino teve ligeira recuperação. O índice PSE Composto, da Bolsa de Manila, subiu 0,2% e fechou aos 2.727,28 pontos. A recuperação nos preços das commodities estimulou uma forte alta nas ações de empresas de recursos naturais, o que fez a Bolsa de Sydney, na Austrália, fechar em alta. O índice S&P/ASX 200 ganhou 0,6% e encerrou aos 4.981,1 pontos.

A Bolsa de Cingapura subiu por conta de ganhos em commodities e indústrias pesadas, mas as incertezas quanto ao cenário econômico global continuam a assombrar os investidores. O índice Straits Times subiu 0,2% e fechou aos 2.816,66 pontos. Compras de papéis relacionados a commodities em oferta por investidores estrangeiros ajudaram o mercado indonésio a subir. O índice composto da Bolsa de Jacarta avançou 2,1% e fechou aos 2.106,64 pontos. O mercado tailandês encerrou em ligeira alta ajudado por ganhos de pesos pesados ligados a commodities que compensaram perdas devidas a realizações de lucros em papéis de bancos e imobiliários. O índice SET da Bolsa de Bangcoc subiu 0,6% e fechou aos 705,60 pontos. Na Malásia, o mercado foi pressionado por perdas nos setores financeiro, de construção e de companhias estatais. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur cedeu 0,3% e fechou aos 1.109,43 pontos. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG