Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas se mantêm em alta; Xangai avança 3%

Parte dos mercados da Ásia estendeu, nesta terça-feira, os ganhos verificados na véspera. Destaque para a China, que pautada por fatores internos, principalmente pela subida das ações de determinados setores, apresentou forte alta.

Agência Estado |

A maioria das Bolsas da região ignorou os maus resultados de Wall Street, à exceção de Hong Kong e Filipinas.

Em Hong Kong, a Bolsa sucumbiu à pressão por realização de lucros, especialmente em ações de empresas peso pesado. A queda, contudo, foi contrabalanceada por compras rotativas no setor imobiliário. Com moderado volume de negociações, o Hang Seng perdeu 53,80 pontos, ou 0,4%, e terminou aos 15.509,51 pontos - nos dois últimos pregões, o índice acumulou alta de 8,2%.

Os fortes ganhos nas ações de empresas produtoras de carvão e em companhias do setor imobiliário ajudaram as Bolsas da China a fechar em grande elevação pelo segundo pregão consecutivo. O Xangai Composto subiu 3% e encerrou aos 1.937,15 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 2,7% e terminou aos 586,33 pontos.

A valorização do dólar nos principais mercados internacionais levou o yuan a fechar em queda em relação à moeda norte-americana no final do pregão. No mercado de balcão, às 4h30 (de Brasília), a cotação de compra e venda do dólar era de 6,8382 yuans, acima do fechamento de segunda-feira, que foi de 6,8312 yuans.

A Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou em seu maior nível em quase dois meses, com compras rotativas de ações não-tecnológicas, enquanto os papéis tecnológicos apresentaram resultados mistos. Com bom volume de negociações, o Taiwan Weighted ganhou 0,6% e encerrou aos 4.727,26 pontos.

As ações de tecnologia ajudaram a puxar o principal índice da Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, para o maior nível das últimas 11 semanas. No quarto dia seguido de alta, o índice Kospi subiu 1,8% e fechou aos 1.194,28 pontos.

Compras relacionadas ao mercado futuro levaram a Bolsa de Sydney, na Austrália, a uma alta de 1,5% no índice S&P/ASX 200, que encerrou aos 3.742,7 pontos.

Já a Bolsa de Manila, nas Filipinas, fechou em baixa devido à consolidação dos ganhos de ontem. O índice PSE, que havia terminado a segunda-feira com alta de 5,5%, encerrou com um recuo de 0,3%, aos 1.969,58 pontos. As informações são da Dow Jones

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG