Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas retornam ao negativo; HK perde 0,6%

Os mercados asiáticos voltaram a cair nesta sexta-feira, no encalço das perdas em Wall Street. Destaque ainda para o mau desempenho das ações dos setores bancário e financeiro.

Agência Estado |

Não houve negociações em Taiwan por ser feriado.

A realização de lucros nos papéis de empresas financeiras e os alertas de queda nos lucros líquidos de companhias do setor de recursos naturais derrubaram a Bolsa de Hong Kong. No entanto, o peso pesado HSBC ajudou a reduzir as perdas na última sessão antes do feriado de Ano Novo Lunar - o mercado ficará fechado de segunda a quarta-feira. Com baixo volume de negociações, o Hang Seng perdeu 79,39 pontos, ou 0,6%, e encerrou aos 12.578,60 pontos - na semana, o índice acumulou baixa de 5,1%.

A previsão de queda no lucro líquido de companhias blue chip agravou as preocupações sobre as perspectivas econômicas. Isso levou as Bolsas da China a fechar em queda, no último pregão antes do feriado de uma semana do Ano Novo Lunar. Com fraco volume de negociações, o Xangai Composto caiu 0,7% e encerrou aos 1.990,66 pontos. Já o Shenzhen Composto perdeu 0,5% e terminou aos 610,27 pontos.

Os traders de câmbio ignoraram os comentários do novo secretário de Tesouro dos Estados Unidos, Timothy Geithner, de que Pequim manipula o câmbio do yuan, e colocaram o foco em sua política de fortalecimento do dólar. Por conta disso, a moeda chinesa se desvalorizou em relação à unidade norte-americana. No mercado de balcão, às 4h30 (horário de Brasília), a cotação de compra e venda do dólar era de 6,8543 yuans, bem acima do fechamento de quinta-feira, que foi de 6,8371 yuans.

O prejuízo no quarto trimestre e as previsões pessimistas anunciados pela Samsung pesaram no pregão da Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, onde o índice Kospi baixou 2,1%, aos 1.093,40 pontos.

Na Bolsa de Sydney, na Austrália, a incerteza antes do fim de semana prolongado, combinada com os anúncios negativos das empresas e a fraqueza dos mercados externos empurraram o índice S&P/ASX 200 para o menor nível dos últimos dois meses, com queda de 4,1% e total de 3.342,7 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila recuou 0,3%, para 1.857,34 pontos. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG