Após as fortes altas registradas na véspera, por conta da euforia com o resultado de Wall Street e os planos dos governos europeus para recapitalizar os bancos, os mercados asiáticos estiveram cautelosos nesta quarta-feira. As bolsas da região apresentaram queda, motivadas pela volatilidade nos mercados dos Estados Unidos, pela realização de lucros e por fatores internos de cada país.

O plano de recapitalização dos bancos norte-americanos foi visto com reservas pelos investidores. A Bolsa de Hong Kong foi a que mais sucumbiu à realização dos lucros. O índice Hang Seng perdeu 834,58 pontos, ou 5%, e terminou aos 15.998,39 pontos.

A queda nas ações de petrolíferas e de produtoras de carvão levou as Bolsas da China a fechar em baixa pelo segundo pregão seguido. O índice Xangai Composto caiu 1,1% e encerrou aos 1.994,67 pontos. Já o Shenzhen Composto perdeu 0,9% e terminou aos 524,70 pontos. Yuan - A demanda por dólares por parte das empresas estrangeiras e a ação de fundos que repatriaram seus lucros ajudaram o yuan a se desvalorizar em relação à moeda norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8322 yuans, ante 6,8312 yuans do fechamento de terça-feira.

A Bolsa de Taipé , em Taiwan, apresentou queda, com os investidores mudando o foco para as incertezas sobre a economia global. Com baixo volume de negociações, o índice Taiwan Weighted perdeu 0,9% e encerrou aos 5.246,26 pontos. Na Coréia do Sul, o índice Kospi da Bolsa de Seul perdeu 2% e fechou aos 1.340,28 pontos. Nas Filipinas, os investidores decidiram realizar lucros, após dois pregões de forte rali. O índice PSE Composto, da Bolsa de Manila , caiu 1,6% e encerrou aos 2.238,41 pontos. A Bolsa de Sydney , na Austrália, foi pressionada para baixo pelas ações das empresas de matéria-prima e de energia. As ações dos bancos não conseguiram manter os ganhos intraday. O índice S&P/ASX 200 recuou 0,8% e fechou aos 4.300,0 pontos.

A Bolsa de Cingapura terminou em baixa, uma vez que os investidores embolsaram seus lucros e pelo crescimento da aversão ao risco devido a preocupações com a economia global. O índice Strait Times desvalorizou 3,3% e fechou aos 2.059,39 pontos. O mercado indonésio teve baixa por conta da decrescente esperança dos investidores de uma recuperação sustentável dos mercados e pela performance pessimista de outras bolsas asiáticas devido ao fraco desempenho de Wall Street. O índice composto da Bolsa de Jacarta cedeu 2,3% e fechou aos 1.520,40 pontos. Na Tailândia, o mercado encerrou na menor pontuação do dia, com o movimento de vendas sendo acionado devido à troca de tiros entre soldados tailandeses e cambojanos na fronteira entre os dois países. O índice SET da Bolsa de Bangcoc caiu 3,9% e fechou aos 481,50 pontos. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur , na Malásia, perdeu 1,7% e fechou aos 949,88 pontos, pressionado por realizações de lucros em todos os setores, por conta do declínio em Wall Street e dos demais mercados regionais. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.