As bolsas asiáticas fecharam em direções diferentes, sem uma tendência definida. As notícias sobre a economia americana em geral e o setor imobiliário em particular deverão ditar os rumos dos negócios ao longo da semana.

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé permaneceu fechada, devido à passagem de um tufão. Em Hong Kong a bolsa teve um dia de realização de lucros e o índice Hang Seng caiu 0,24%, fechando aos 22.687,21 pontos. Investidores locais aguardam a divulgação do Índice de Confiança do Consumidor dos EUA de julho, que sai esta semana.

Na China o mercado fechou em alta, animado pelos recentes comentários de autoridades indicando que o governo central vai focar sua política monetária mais na manutenção do crescimento econômico do que no combate à inflação. O índice Xangai Composto subiu 1,3% e fechou aos 2.903,01 pontos, e o Shenzhen Composto ganhou 1%, encerrando aos 869,12 pontos. Yuan - Expectativas de fortalecimento do dólar nos mercados internacionais esta semana e uma provável desaceleração na trajetória de apreciação do yuan levaram a unidade chinesa a cair fortemente ante a divisa norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8410 yuans, de 6,8189 yuans sexta-feira.

Na Coréia do Sul o mercado permaneceu inalterado. Apesar do ânimo causado pelo petróleo, as incertezas com relação ao mercado imobiliário dos EUA impedem uma recuperação vigorosa do índice Kospi da Bolsa de Seul , que fechou estável (+0,02%), aos 1.598,29 pontos. Nas Filipinas o mercado fechou em alta, sustentado pela volta dos investidores aos negócios. O índice PSE Composto da Bolsa de Manila subiu 1,1% e fechou aos 2.540,81 pontos. Perdas acentuadas no setor financeiro derrubaram o mercado australiano. O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney caiu 1% e fechou aos 4.922,1 pontos. Na contramão, mineradoras tiveram um bom dia: BHP Billiton subiu 2,9% e Rio Tinto, 4,2%.

À espera de dados dos EUA e de resultados de companhias locais, investidores em Cingapura mantiveram a cautela. O índice Straits Times da Bolsa caiu 0,4% e fechou aos 2.910,36 pontos. Na Indonésia, a firmeza da moeda e os ganhos em Wall Street incentivaram as compras, mas os ganhos foram limitados pelas realizações de lucros de investidores de varejo. O índice composto da Bolsa de Jacarta avançou 1,4% e fechou aos 2.275,67 pontos.

O mercado tailandês fechou estável. O índice SET da Bolsa de Bangcoc variou 0,01% e fechou aos 685,53 pontos. Na Malásia, na seqüência de o Banco Central manter a taxa básica de juro em 3,5% sexta-feira, e influenciada pelas altas nos mercados de Nova York, a Bolsa de Kuala Lumpur subiu: o índice composto de cem blue chips valorizou 1,1% e fechou aos 1.154,09 pontos.

Leia mais sobre: bolsas asiáticas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.