Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas fecham sem tendência definida

As bolsas asiáticas fecharam em direções diferentes, sem uma tendência definida. As notícias sobre a economia americana em geral e o setor imobiliário em particular deverão ditar os rumos dos negócios ao longo da semana.

Agência Estado |

Em Taiwan, a Bolsa de Taipé permaneceu fechada, devido à passagem de um tufão. Em Hong Kong a bolsa teve um dia de realização de lucros e o índice Hang Seng caiu 0,24%, fechando aos 22.687,21 pontos. Investidores locais aguardam a divulgação do Índice de Confiança do Consumidor dos EUA de julho, que sai esta semana.

Na China o mercado fechou em alta, animado pelos recentes comentários de autoridades indicando que o governo central vai focar sua política monetária mais na manutenção do crescimento econômico do que no combate à inflação. O índice Xangai Composto subiu 1,3% e fechou aos 2.903,01 pontos, e o Shenzhen Composto ganhou 1%, encerrando aos 869,12 pontos. Yuan - Expectativas de fortalecimento do dólar nos mercados internacionais esta semana e uma provável desaceleração na trajetória de apreciação do yuan levaram a unidade chinesa a cair fortemente ante a divisa norte-americana. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8410 yuans, de 6,8189 yuans sexta-feira.

Na Coréia do Sul o mercado permaneceu inalterado. Apesar do ânimo causado pelo petróleo, as incertezas com relação ao mercado imobiliário dos EUA impedem uma recuperação vigorosa do índice Kospi da Bolsa de Seul, que fechou estável (+0,02%), aos 1.598,29 pontos. Nas Filipinas o mercado fechou em alta, sustentado pela volta dos investidores aos negócios. O índice PSE Composto da Bolsa de Manila subiu 1,1% e fechou aos 2.540,81 pontos. Perdas acentuadas no setor financeiro derrubaram o mercado australiano. O índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney caiu 1% e fechou aos 4.922,1 pontos. Na contramão, mineradoras tiveram um bom dia: BHP Billiton subiu 2,9% e Rio Tinto, 4,2%.

À espera de dados dos EUA e de resultados de companhias locais, investidores em Cingapura mantiveram a cautela. O índice Straits Times da Bolsa caiu 0,4% e fechou aos 2.910,36 pontos. Na Indonésia, a firmeza da moeda e os ganhos em Wall Street incentivaram as compras, mas os ganhos foram limitados pelas realizações de lucros de investidores de varejo. O índice composto da Bolsa de Jacarta avançou 1,4% e fechou aos 2.275,67 pontos.

O mercado tailandês fechou estável. O índice SET da Bolsa de Bangcoc variou 0,01% e fechou aos 685,53 pontos. Na Malásia, na seqüência de o Banco Central manter a taxa básica de juro em 3,5% sexta-feira, e influenciada pelas altas nos mercados de Nova York, a Bolsa de Kuala Lumpur subiu: o índice composto de cem blue chips valorizou 1,1% e fechou aos 1.154,09 pontos.

Leia mais sobre: bolsas asiáticas

Leia tudo sobre: bolsas asiáticas

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG