Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsas asiáticas encerram semana com sinais variados

Os mercados da Ásia apresentaram resultados mixados nesta sexta-feira. Boa parte dos investidores andou de lado, à espera dos dados sobre o emprego nos Estados Unidos a serem divulgados hoje.

Agência Estado |

Em Hong Kong, a Bolsa local sofreu com a realização de lucros nas ações da peso pesado China Mobile e na fabricante eletrônica Foxconn International, movimento que teve peso maior que os ganhos no peso pesado HSBC, cujos papéis adicionaram 0,9%. Com fraco volume de negociações, o Hang Seng perdeu 38,47 pontos, ou 0,3%, e terminou aos 14.377,44 pontos - com a quarta queda consecutiva, o índice acumulou perdas de 4,4% na semana.

As ações do setor imobiliário protagonizaram um rali no final do pregão, por conta de esperanças de um corte na taxa de juros durante o fim de semana. Este movimento levou as Bolsas da China a fechar em alta. O Xangai Composto subiu 1,4% e encerrou aos 1.904,86 pontos. Já o Shenzhen Composto ganhou 2,2% e terminou aos 585,85 pontos.

A estabilidade na taxa de paridade central dólar-yuan ajudou a estreitar o prêmio do dólar futuro, à medida que os traders revisaram para baixo suas expectativas de desvalorização da unidade chinesa. Isso manteve o yuan largamente inalterado em relação à moeda norte-americana. No mercado de balcão, às 4h30 (de Brasília), a cotação de compra e venda do dólar era de 6,8339 yuans, ligeiramente abaixo do fechamento de quinta-feira, que foi de 6,8347 yuans.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, fechou novamente em queda, afetada pela pressão por vendas. O Taiwan Weighted perdeu 0,7% e encerrou aos 4.502,74 pontos, depois de desabar 5,3% no dia anterior.

Na Coreia do Sul, a Bolsa de Seul fechou em queda depois de o banco central ter feito um corte nas taxas de juros menor do que alguns previam. O índice Kospi perdeu 2,1%, aos 1.180,96 pontos.

Na Bolsa de Sydney, na Austrália, os ganhos em ações dos setores de matérias-primas, fundos imobiliários, bens de consumo básico e assistência médica compensaram as perdas em energia e bens de consumo discricionário. Com isso, o índice S&P/ASX 200 fechou em alta de 1,1%, aos 3.735,7 pontos.

Nas Filipinas, o índice PSE da Bolsa de Manila avançou 0,7%, para 1.984,88 pontos, graças à caça de pechinchas que se seguiu à queda de ontem. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: bolsa de valores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG