As ações da Vivo e da TIM se revezam entre as maiores altas do Ibovespa há instantes, reagindo à notícia de que a espanhola Telefónica apresentou uma oferta para a aquisição da participação de 50% da Portugal Telecom na Brasilcel, holding que detém o controle da Vivo Participações no Brasil, por 5,7 bilhões de euros. Há pouco, as ações preferenciais da Vivo registravam ganhos de 6,59%, ante queda de 1,09% do Ibovespa.

As ações da Vivo e da TIM se revezam entre as maiores altas do Ibovespa há instantes, reagindo à notícia de que a espanhola Telefónica apresentou uma oferta para a aquisição da participação de 50% da Portugal Telecom na Brasilcel, holding que detém o controle da Vivo Participações no Brasil, por 5,7 bilhões de euros. Há pouco, as ações preferenciais da Vivo registravam ganhos de 6,59%, ante queda de 1,09% do Ibovespa. Em fato relevante divulgado ontem, a Telefónica informa que a proposta contempla uma oferta pública de aquisição (OPA) das ações ordinárias (ON) dos minoritários da Vivo, por um valor equivalente a 80% do oferecido pela Brasilcel, no total de 600 milhões de euros. As ações da TIM também reagiam em alta ao anúncio. TIM ON avançava 8,06%, enquanto as PN subiam 5,26%. A espanhola Telefónica possui participação na Telecom Italia, que é controladora da TIM no Brasil. Há alguns meses circulam rumores no mercado de que a Telefónica teria interesse em comprar a Telecom Italia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.