Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa tira 22% das fortunas chinesas

A queda de 65% na Bolsa de Xangai no último ano encolheu a fortuna dos super-ricos da China, mas o país ainda tem 101 bilionários, apenas cinco a menos que em 2007, de acordo com a décima edição do Hurun Report, o ranking dos endinheirados do país. E a fortuna dos mil integrantes da lista de milionários divulgada ontem diminuiu em média 22% no último ano, o que não é desastroso, considerando o comportamento do mercado acionário.

Agência Estado |

O líder do ranking de 2008 é Huang Guang, 39, dono da rede de varejo de eletrônicos Gome. Com uma fortuna de US$ 6,3 bilhões, Huang já esteve no topo da lista em 2005 (US$ 1,7 bilhão) e 2004 (US$ 1,3 bilhão). A ocupante do primeiro lugar em 2007, Yang Huiyan, viu sua fortuna encolher de US$ 17,5 bilhões para US$ 4,9 bilhões, em razão da crise no setor imobiliário e a queda na bolsa, o que a colocou em terceiro lugar em 2008.

A segunda pessoa mais rica da China neste ano é Du Shuanghua, dono da siderúrgica Rizhao Steel, uma das poucas controladas pelo setor privado. Com uma fortuna de US$ 5,1 bilhões, Du não aparecia entre os primeiros dez ocupantes da lista em 2007.

Em um indício do aumento dos investimentos da China em energia limpa, 2 dos 10 mais ricos do país construíram sua riqueza com a construção de painéis de energia solar. Peng Xiaofeng, da LDK Solar, ficou em quarto lugar, com US$ 3,7 bilhões, enquanto Shi Zhengrong, da Suntech Power Holdings, apareceu em sétimo, graças a uma fortuna de US$ 3,2 bilhões.

O Hurun Report é o retrato da rápida emergência dos novos ricos chineses. Quando a lista começou a ser elaborada, em 1999, a fortuna necessária para integrá-la era de US$ 6 milhões, exigência atendida apenas por 50 pessoas. Na edição de 2008, a "nota de corte" foi de US$ 100 milhões, valor alcançado por mil chineses. Em 2004, eram três bilionários. O grande salto ocorreu em 2007, quando a China passou a ter 106 bilionários, o maior número fora dos Estados Unidos. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG