Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa terá 1ª queda anual desde 2002

Em uma semana fraca do ponto de vista de indicadores econômicos no Brasil e nos Estados Unidos, é hora de um breve balanço do que foi o ano e de traçar perspectivas para 2009. Até sexta-feira, o Índice da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa) acumulava queda de 42,3% no ano.

Agência Estado |

Será a primeira desvalorização do principal indicador do mercado acionário brasileiro desde 2002.

Em relação a maio, quando o Brasil recebeu o grau de investimento (e o Ibovespa alcançou sua cotação máxima, de 73.516 pontos), a perda acumulada até sexta-feira era de 49,9%.

O Índice Dow Jones, o mais tradicional da Bolsa de Nova York, perdia 35,8% até sexta-feira e o principal indicador da bolsa eletrônica Nasdaq, 42,8%.

A maioria dos analistas está cautelosa em relação ao mercado acionário em 2009. Lika Takahashi, coordenadora de Análise de Investimento do Banco Fator, recomenda que o investidor mantenha o cinto de segurança afivelado.

"Continuará a haver sacolejos no trajeto de investimento de 2009", diz ela, em um texto que abre o livro da instituição sobre as perspectivas para o ano que chega. Lika projeta um Ibovespa em 51.000 pontos em dezembro de 2009.

Em termos de indicadores, o destaque da semana no Brasil é o IGP-M de dezembro e, por extensão, de 2008 (até novembro, a variação era de 9,95%). O IGP-M é o indicador que corrige a maioria dos contratos de aluguel no País. A expectativa para o número, que sai hoje, é de uma deflação de 0,05%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG