Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa tem 4ª queda consecutiva

As incertezas em relação à eficácia dos planos de estímulo fiscal e financeiro nos Estados Unidos elevaram a aversão ao risco nos mercados, ontem. As bolsas de valores exibiram forte volatilidade, enquanto o dólar e os juros no mercado futuro local subiram.

Agência Estado |

A Bovespa, após recuar até 2,09% no pior momento, encerrou com perda menor, de 0,84%, aos 40.500,79 pontos. Nas quatro sessões anteriores, o Ibovespa perdeu 5,27%.

A recuperação parcial no fim da sessão de ontem foi amparada em compras técnicas, uma vez que o Ibovespa e as blue chips Vale e Petrobrás teriam atingido pontos de suporte atraentes a compras. Em Wall Street, depois de cair até 3,09%, o índice Dow Jones terminou em baixa de 0,09%. O mercado de câmbio teve fluxo positivo, que garantiu a queda do dólar à vista, para R$ 2,288 (-0,09%) no balcão, após avançar 2,37% nas duas sessões anteriores.

Contudo, no mercado futuro, o dólar para março/09 fechou na cotação máxima, em alta de 1,87%, a R$ 2,318, pressionado pela valorização da moeda americana no exterior. Os juros futuros também subiram com o cenário externo ruim em meio aos leilões de títulos prefixados do Tesouro. A taxa de janeiro de 2010 avançou a 11,17%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG