Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa suspende pregão por 1 hora pela 3ª vez na história

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) suspendeu os negócios no pregão regular pela segunda vez hoje, agora em razão de a queda do índice Bovespa ter superado 15%. De acordo com a Bolsa, o índice mostrava perda de 15,06% quando foi acionado novamente o circuit breaker, suspendendo as negociações por uma hora, até as 12h44.

Agência Estado |

Segundo a assessoria da Bovespa, essa foi a terceira vez na história da Bolsa paulista em que os negócios tiveram de ser interrompidos no pregão regular por uma hora em razão de queda acentuada do índice. A primeira vez foi em 28 de outubro de 1997 e a segunda, em 10 de setembro de 1998, quando o sistema também foi acionado duas vezes, assim como hoje.

Após a retomada dos negócios, não há mais limite de baixa para o Ibovespa. Contudo, explicou a assessoria da Bovespa, o diretor do pregão, André Demarco, tem a prerrogativa de interromper novamente a sessão caso julgue necessário. Essa mesma prerrogativa foi utilizada em 11 de setembro de 2001, quando ocorreram os ataques terroristas às torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York, nos Estados Unidos, e os negócios na Bovespa foram interrompidos antes mesmo de o seu principal índice apontar queda de 10%.

No momento da segunda interrupção do pregão de hoje, as ações ordinárias (ON) da Vale perdiam 20,13% e as preferenciais classe A (PNA) recuavam 18,85%. Os papéis ON da Petrobras caíam 19,42% e os PN, -18,90%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG