Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa sobe com NY, Vale e Petrobras

Os mercados tiveram um dia positivo, com ganhos generalizados nas bolsas de valores e quedas do dólar e da maioria dos contratos de juros futuros no Brasil. Enquanto a Bovespa e o câmbio doméstico foram motivados pelos ganhos das bolsas em Wall Street, os juros futuros operaram a reboque dos fracos indicadores industriais brasileiros em dezembro, que levaram o mercado a considerar que o Comitê de Política Monetária (Copom) poderá repetir mais dois cortes de um ponto porcentual na taxa básica de juros (Selic), nas próximas reuniões em março e abril.

Agência Estado |

Os dados também provocaram revisões das projeções já ruins para o PIB do 4º trimestre de 2008. A taxa de janeiro de 2010 recuou a 10,97% e a de janeiro de 2012 para 11,65%. No mercado de ações, após três quedas, a Bovespa subiu 2,79%, para 39.746,76 pontos. O índice paulista foi impulsionado pelas altas de mais de 1% das bolsas em Nova York e os ganhos dos papéis da Vale e Petrobrás. No câmbio, a trégua na aversão a risco internacional abriu espaço para a recuperação de várias divisas em relação ao dólar. Ante o real, o dólar recuou 0,22%, para R$ 2,320 no balcão, após três dias em alta.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG