A segunda-feira encontrou os investidores animados em procurar ativos mais arriscados. A alta das commodities, o índice favorável do mercado imobiliário norte-americano e declarações de um presidente regional do Federal Reserve ditaram o ritmo dos negócios.

Aqui, o Ibovespa chegou a recuperar os 67 mil pontos no início das operações, mas perdeu fôlego ao longo da sessão. No final, a Bovespa subiu 0,73%, aos 66.809,40 pontos.

O presidente do Fed de Saint Louis, James Bullard, disse que os EUA devem continuar comprando títulos lastreados em hipotecas depois do primeiro trimestre de 2010, quando essas compras deveriam acabar. Além dele, o dado de imóveis veio muito melhor do que as previsões: ao invés de subir 2,3% como previam os economistas, o índice subiu 10,1% no mês passado. Com isso, o Índice Dow Jones subiu 1,29%, o S&P avançou 1,36% e Nasdaq teve alta de 1,40%.

No mercado cambial, a sessão de ontem foi marcada por fraca volatilidade e liquidez após o feriado nas principais praças do País na sexta-feira. O dólar no balcão caiu 0,29%, a R$ 1,7280. Também com poucos negócios, os juros futuros fecharam perto da estabilidade. A taxa para janeiro de 2011 ficou em 10,17%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.