Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa fecha em baixa de 3,53%, após 6 altas seguidas

Pela primeira vez em 2009, a Bolsa doméstica fechou em baixa, interrompendo um ciclo de seis altas, influenciada pelo tombo das ações da Vale e da Petrobras, além dos papéis de bancos e siderúrgicas. A queda das ações, no entanto, não foi exclusividade brasileira: as bolsas também caíram na Europa e Estados Unidos.

Agência Estado |

O aumento acima do esperado dos estoques de petróleo nos Estados Unidos empurrou seu preço para baixo no mercado internacional. Os metais seguiram o mesmo caminho e os indicadores ruins do mercado de trabalho divulgados nos Estados Unidos completam o cenário desta quarta-feira.

O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, terminou o dia em queda de 3,53%, aos 40.820,25 pontos. Na mínima, atingiu 40.563 pontos (-4,13%) e, na máxima, 42.308 pontos (-0,01%). Com o resultado de hoje, a alta acumulada no mês e em 2009 diminuiu para 8,71%. O giro financeiro foi bem mais fraco do que o dos últimos dois pregões e somou R$ 3 bilhões.

As ações da Petrobras foram afetadas pelo tombo do petróleo, após os dados de estoques nos Estados Unidos. Houve aumento de 6,682 milhões de barris na semana encerrada em 2 de janeiro, para 325,419 milhões de barris, enquanto os especialistas previam aumento de 700 mil barris. Na Bolsa Mercantil de Nova York, o contrato futuro com entrega do petróleo em fevereiro fechou em queda de 12,25%, a US$ 42,63 por barril.

Petrobras ON recuou 5,22% e PN, 3,93%. A estatal informou esta tarde que reduziu a compra de gás natural da Bolívia porque o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) pediu a suspensão da geração térmica (de energia) a gás na Região Sudeste. O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, informou à Agência Estado que o corte na importação de gás boliviano é de 11 milhões de metros cúbicos no total de 30 milhões previstos em contrato.

Com a queda dos metais, e uma realização de lucros, Vale ON terminou em baixa de 6,20%; Vale PNA cedeu 5,04%. Gerdau PN caiu 0,62%; Metalúrgica Gerdau PN, exceção no setor, subiu 0,82%; Usiminas PNA perdeu 3,59%; e CSN ON teve baixa de 4,04%.

A bolsa doméstica ainda sentiu o peso externo, depois que a ADP/Macroeconomic Advisers anunciou um desempenho fraco do mercado de trabalho norte-americano em dezembro. O dado este mês foi visto com mais gravidade porque um ajuste na sua metodologia aproximou a pesquisa da oficial, feita pelo governo. No último mês do débil ano de 2008, o setor privado dos Estados Unidos eliminou 693 mil vagas de trabalho, segundo a ADP, ante perda estimada em 515 mil vagas. Os dados oficiais saem na sexta-feira.

Em Nova York, às 18h18 (de Brasília), o índice acionário Dow Jones recuava 3,21%, o S&P caía 3,37% e o Nasdaq tinha baixa de 3,82%. Na Europa, a Bolsa de Londres caiu 2,83%, a de Paris recuou 1,48% e a de Frankfurt perdeu 1,77%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG