Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa em NY recua com notícia da Dow Chemical

A Bolsa de Nova York segue em baixa, com a alta dos preços do petróleo pesando sobre as ações do setor de consumo, enquanto os investidores se livram de algumas das ações financeiras de pior desempenho no ano nesta última semana de 2008, segundo operadores e analistas. Também pesam sobre o mercado as dúvidas levantadas sobre a viabilidade de um acordo entre a Dow Chemical e a Rohm & Haas, grupo fabricante de químicos especializados.

Agência Estado |

Às 17h13 (de Brasília), o índice Dow Jones caía 122 pontos, ou 1,44%, o Nasdaq recuava 35 pontos, ou 2,29%, e o S&P-500 registrava uma queda de 13 pontos, ou 1,54%.

"Um problema de curto prazo diante do mercado é a possibilidade de o acordo Rohm & Haas-Dow Chemical estar em risco", disse Doug Kass, presidente da Seabreeze Partners Management, acrescentando que isso é algo de que os investidores não precisavam nos últimos dias do ano.

As ações da Dow Chemical caíam 17,84% em reação às notícias de que o Kuwait cancelou um acordo para a formação de uma joint venture (associação) multibilionária com a companhia, o que potencialmente complica a aquisição de US$ 15,3 bilhões da Rohm & Haas pela Dow Chemical.

Marc Pado, estrategista de mercado da Cantor Fitzgerald, observou que gerentes de fundos e outros investidores estão vendendo algumas das ações de pior desempenho no ano para reduzir as obrigações tributárias no próximo ano, enquanto também começam a comprar alguns dos ativos de melhor desempenho - o chamado "embelezamento de vitrines". As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG