SÃO PAULO - Parte dos investidores começou a acreditar que as medidas de austeridade adotadas por países europeus com problemas de endividamento podem ser uma barreira ao crescimento econômico mundial. Como resultado, as bolsas da Europa operam em baixa no último dia de negócios da semana.

Nesta sessão, os agentes acompanham principalmente o desempenho de bancos. Grandes instituições financeiras estão sendo investigadas nos Estados Unidos por operações realizadas durante a crise. Há minutos, o londrino FTSE-100 tinha queda de 1,56%, aos 5.349,01 pontos. O DAX, de Frankfurt, cedia 0,97%, para 6.191,36 pontos. O CAC-40, de Paris, apresentava declínio de 2,06%, ficando em 3.654,77 pontos. Santander, Société Générale e Deutsche Bank registravam declínio, há pouco. (Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.