O mercado norte-americano de ações fechou em alta, depois da divulgação de indicadores econômicos positivos. O índice Dow Jones acumulou queda na semana e registra quedas em cinco das últimas seis semanas; o Nasdaq subiu pela segunda semana consecutiva, depois de seis semanas seguidas de quedas, e o S&P-500 acumula quedas em sete das últimas semanas.

As ações do setor financeiro voltaram a cair, depois de a agência de classificação de risco Standard & Poor's colocar as notas (ratings) das agências de crédito hipotecário em observação para possível rebaixamento (Fannie Mae cedeu 3,91% e Freddie Mac perdeu 6,13%).

As do banco Washington Mutual chegaram a cair 13%, mas recuperaram terreno depois de a instituição anunciar uma elevação de suas reservas de liquidez, fechando em baixa de 4,71%.

As do Lehman Brothers caíram 7,94%, depois de a rede de televisão CNBC dizer que ele deverá vender sua unidade de gestão de ativos, a Neuberger Berman.

Entre as ações do setor de tecnologia, as ações da Juniper Networks avançaram 17,72%, em reação a seu informe de resultados. No setor automotivo, as ações da General Motors caíram 8,46%, depois de a empresa anunciar uma promoção pela qual os consumidores poderão comprar veículos ao preço oferecido a seus funcionários.

O índice Dow Jones fechou em alta de 0,19%, em 11.370,69 pontos. O Nasdaq encerrou o dia com ganho de 1,33%, em 2.310,53 pontos. O S&P-500 subiu 0,42%, para 1.257,76 pontos. O NYSE Composite avançou 0,31%, para 8.395,58 pontos.

Na semana, o Dow Jones acumulou uma queda de 1,10%, o Nasdaq, uma alta de 1,22% e o S&P-500, um recuo de 0,23%. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.