Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa de NY segue em alta, mas abaixo das máximas

Os principais índices do mercado de ações norte-americano seguem em alta, mas abaixo das máximas do dia, depois que o petróleo se afastou das cotações mínimas e o dólar dos preços máximos registrados durante as negociações. Na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex, na sigla em inglês), os contratos futuros de petróleo com entrega em setembro caíram US$ 0,75, ou 0,65%, e fecharam a US$ 114,45 por barril, mas chegaram a ser negociados a US$ 112,72 por barril na mínima do dia, pressionados pelo vigor da moeda norte-americana.

Agência Estado |

Às 16h18 (de Brasília), o índice Dow Jones subia 0,37%, o Nasdaq 100 avançava 1,07% e o S&P-500 registrava um ganho de 0,59%.

Nos mercados de moedas, a libra caiu US$ 1,9071, menor nível desde novembro de 2006, no começo da tarde em Nova York, enquanto o euro recuou abaixo de US$ 1,49, para US$ 1,488 - nível mais baixo desde fevereiro -, quando o petróleo retomou sua tendência de baixa e as ações em Nova York alcançavam as máximas durante o pregão.

Meg Browne, estrategista de câmbio da Brown Brothers Harriman em Nova York, disse que os fracos dados de produção industrial da França - divulgados nesta manhã - e as expectativas de um fraco dado de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro pesaram sobre as moedas européias. Na quinta-feira, a União Européia divulga a estimativa preliminar de crescimento do PIB do segundo trimestre.

Às 16h19 (de Brasília), em Nova York, o euro estava em US$ 1,4916, de US$ 1,5018 na sexta-feira; a libra estava em US$ 1,9117, de US$ 1,9199 na sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG