Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa de NY fecha em baixa com temor sobre economia

O mercado norte-americano de ações fechou em queda, revertendo a direção tomada pela manhã, na volta do fim de semana prolongado nos EUA. As Bolsas de Nova York abriram em alta em reação à queda dos preços do petróleo, depois de o furacão Gustav ter passado pela região produtora do Golfo do México sem causar grandes danos.

Agência Estado |

À tarde, porém, o alívio deu lugar à preocupação com o fato de a queda dos preços do petróleo estar refletindo queda na demanda, em mais um sinal de desaceleração da economia global. No fim de semana, o ministro das Finanças do Reino Unido, Alistair Darling, havia dito ao jornal The Guardian que a atual desaceleração econômica poderá ser a pior desde a 2ª Guerra Mundial.

As ações dos setores de petróleo estavam entre as que mais caíram (ExxonMobil perdeu 3,36% e Chevron recuou 3,51%), assim como as ligadas a outras matérias-primas (as da Alcoa, do setor de alumínio, caíram 5,20%; as da Peabody Energy, da área de carvão, perderam 11,96%). As das companhias aéreas tiveram altas fortes (AMR disparou 11,33% e UAL avançou 11,70%), assim como as da General Motors (+6,50%). No setor financeiro, as ações do Bank of America subiram 4,78%, após elevação de recomendação pelo Goldman Sachs; as do Lehman Brothers subiram 0,25%, depois de o Banco de Desenvolvimento da Coréia do Sul reverter sua posição anterior e dizer que estuda comprar uma participação em uma das unidades da instituição. As da Freddie Mac subiram 12,86%, depois de a agência leiloar mais títulos no mercado.

O índice Dow Jones fechou em queda de 0,23%, em 11.516,92 pontos. O Nasdaq encerrou com perda de 0,77%, em 2.349,24 pontos. O S&P-500 caiu 0,41%, para 1.277,58 pontos. O NYSE Composite recuou 1,02%, para 8.296,97 pontos. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG