Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa de NY fecha em alta com medidas pró-mercado

O mercado norte-americano de ações fechou em alta forte, em dia marcado pela volatilidade. O índice Dow Jones subiu cerca de 400 pontos em dois dias e acumula uma alta de 5,7% em relação à sua mínima recente, de 15 de julho.

Agência Estado |

O S&P-500 teve ontem e hoje sua maior alta em dois dias desde o período 31 de março/1º de abril. A alta do Nasdaq não foi tão expressiva como a dos outros índices por causa de informes de resultados de empresas de tecnologia que decepcionaram o mercado.

Entre as ações que mais subiram estavam as dos setores financeiro, de energia e de empresas ligadas ao consumo, depois de o Federal Reserve (Fed, banco central dos EUA) anunciar novas medidas de auxílio a instituições financeiras, de as restrições a determinadas operações de venda de ações a descoberto serem prorrogadas, de o presidente George W. Bush assinar a lei de ajuda aos mutuários sob risco de ter suas hipotecas executadas e de a ADP/Macroeconomic Advisors dar uma estimativa de crescimento do nível de emprego no setor privado em julho, quando se esperava uma contração.

As ações do setor de crédito imobiliário estavam entre as que mais subiram (Fannie Mae ganhou 5,26%, Freddie Mac subiu 3,68%, Wachovia disparou 8,79%), assim como as dos bancos de investimento (Morgan Stanley avançou 5,75%, Lehman Brothers disparou 8,00%). Outros destaques do setor financeiro foram AIG (+3,52%) e Bank of America (+4,31%). As ações do setor de petróleo tiveram altas fortes, em reação à recuperação do preço do produto (ExxonMobil subiu 4,30% e Chevron, 5,34%). No setor de tecnologia, as ações da Garmin, fabricante de dispositivos de posicionamento global (GPS), caíram 21,90%, em reação a seu informe de resultados.

O índice Dow Jones fechou em alta de 1,63%, em 11.583,69 pontos. O Nasdaq encerrou o dia com ganho de 0,44%, em 2.329,72 pontos. O S&P-500 subiu 1,67%, para 1.284,26 pontos. O NYSE Composite avançou 1,74%, para 8.565,31 pontos. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG