Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa de NY abre pregão mais curto em alta

O índice Dow Jones da Bolsa de Nova York abriu o pregão de hoje em alta e avançava 0,45% a 8.457 pontos, às 12h34.

Agência Estado |

O índice Nasdaq segue a mesma direção, com ganho de 0,08% a 1.522 pontos, e o S&P 500 avançava 0,20% a 864 pontos. Mas as Bolsas americanas devem operar esta sessão de véspera de Natal de lado. O pregão será mais curto, com os negócios encerrados às 16h (de Brasília).

Vários indicadores da economia norte-americana foram divulgados no final da manhã, como a renda e os gastos com consumo pessoal, encomendas de bens duráveis e os pedidos de auxílio-desemprego feitos na semana passada. Os números continuaram apontando para aumento no desemprego, enquanto as encomendas de bens duráveis e os gastos com consumo caíram menos do que se esperado. Os índices de inflação apontaram para queda dos preços.

Nesta manhã, o petróleo Brent atingiu sua menor cotação em quatro anos, a US$ 37,39 o barril, temendo os efeitos da desaceleração econômica sobre a demanda.

As montadoras também não saíram do foco. A Toyota informou no Japão que sua produção doméstica teve a maior queda em 30 anos, de 27,2%, em novembro.

Ontem à noite, a Micron Tecnhology informou prejuízo de US$ 706 milhões ou 0,72 por ação no primeiro trimestre fiscal, superando a expectativa dos analistas.

A varejista Wal-Mart disse que irá encerrar 63 disputas trabalhistas movidas contra a empresa, algumas das quais estavam pendentes há anos. A Wal-Mart informou que a decisão irá implicar despensas após impostos em seu balanço equivalente a US$ 0,06 por ação. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG