Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa de NY abre em alta com volta do apetite por risco

A busca por ações em oferta e a tentativa de recuperar-se das perdas registradas no começo da semana permitiram uma abertura em alta do pregão regular das Bolsas de Nova York hoje, um dia após o governo Obama ter anunciado o plano para evitar mais execuções de hipotecas e ajudar até 9 milhões de mutuários com problemas. Nem mesmo o resultado abaixo do previsto da Hewlett-Packard deve conter o sentimento de apetite por risco que os investidores demonstram hoje, inclusive em outros mercados.

Agência Estado |

Às 11h33 (de Brasília), o índice Dow Jones registrava alta de 0,60% a 7.600 pontos; o Nasdaq ganhava 0,94% a 1.481 pontos e o S&P 500 avançava 0,96% a 796 pontos.

O governo Obama divulgou ontem os detalhes de um plano agressivo para conter a execução de hipotecas, destinando bilhões de dólares a novos programas para auxiliar de 7 milhões a 9 milhões de mutuários. O plano é estimado em US$ 275 bilhões, sendo US$ 75 bilhões em subsídios para ajudar mutuários a pagar as hipotecas e US$ 200 bilhões a mais do Tesouro para financiar as agências hipotecárias Fannie Mae e Freddie Mac.

"O pacote de resgate dos mutuários anunciado é grande o suficiente para fazer uma diferença na taxa de execuções imobiliárias", comentou Ian Shepherdson, economista-chefe da consultoria High Frequency Economics. "Isso pode colocar um piso nos preços de imóveis mais cedo do que aconteceria sem o pacote. Mas não se deve ter a ilusão da capacidade do plano de elevar os preços dos imóveis: ele não pode, porque os estoques estão altos", completou.

Ao redor do globo, os países aumentam os esforços para reviver as economias e evitar mais problemas no sistema financeiro. O Banco do Japão decidiu iniciar a compra direta de até 1 trilhão de ienes (US$ 10,7 bilhões) de títulos corporativos em poder dos bancos, com ratings de crédito. O Banco Europeu para Reconstrução e Desenvolvimento (BERD), o Banco Europeu de Investimento (BEI) e a Corporação Financeira Internacional (CFI), subsidiária do Fundo Monetário Internacional (FMI), preparam um plano de emergência para ajudar os países do Leste europeu, segundo a agência de notícias austríaca APA.

Antes da abertura do pregão regular em Nova York, o Departamento de Trabalho informou que os pedidos iniciais de auxílio-desemprego nos EUA totalizaram 627 mil na semana encerrada em 14 de fevereiro, após ajustes sazonais, mesmo número da semana anterior. Mas o número total de norte-americanos que recebiam auxílio-desemprego na semana encerrada em 7 de fevereiro atingiu nível recorde, em 4,987 milhões.

O índice de preços ao produtor (PPI) dos EUA subiu 0,8% em janeiro na comparação com dezembro, superando a alta de 0,3% prevista por analistas consultados pela Dow Jones. Em dezembro, o PPI havia caído 1,9%. Na comparação com janeiro de 2008, o PPI cedeu 1%.

Após a abertura do mercado, os investidores acompanharão o índice de atividade industrial do Federal Reserve da Filadélfia, o índice dos indicadores antecedentes da Conference Board e o relatório de estoques semanais de petróleo. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG