Os índices futuros oscilaram entre altas e baixas ao longo da manhã em Wall Street, mas passaram a projetar avanço relativamente sólido para a abertura das Bolsas nesta terça-feira. Os resultados acima do esperado da Merck e UPS ajudaram a colocar os índices em território positivo, enquanto Dow Chemical e Macys davam um tom negativo às ações.

Às 12h32 (de Brasília), logo após a abertura do pregão regular, o índice Dow Jones ganhava 0,56% a 7.981 pontos; o Nasdaq subia 0,36% a 1.499 pontos e o S&P 500 operava em alta de 0,51% a 829 pontos.

Além da série de balanços corporativos, os investidores vão aguardar os dados de vendas pendentes de imóveis residenciais usados, da Associação Nacional dos Corretores de Imóveis dos EUA (NAR), que saem às 13h (de Brasília), e os resultados das vendas das montadoras em janeiro, também esperados para depois da abertura de Wall Street. As atenções estarão igualmente voltadas para o Senado, onde os congressistas debatem o pacote de estímulo à economia norte-americana.

No pré-mercado, Dow Chemical caía 4,1% após informar prejuízo de US$ 1,55 bilhão no quarto trimestre de 2008. As ações da Macy´s, que anunciou ontem que vai eliminar 7 mil empregos e reduzir seu dividendo em 62%, cediam 6%. Os papéis da Merck, em contrapartida, estavam em alta de 2,9% depois de a farmacêutica informar que passou para lucro de US$ 1,64 bilhão no último trimestre do ano passado.

A GMAC Financial Services anunciou que obteve lucro líquido de US$ 7,46 bilhões no quarto trimestre de 2008, saindo do prejuízo líquido de US$ 724 milhões em igual período do ano anterior. A transportadora de encomendas e cargas norte-americana United Parcel Services (UPS) também passou para lucro líquido de US$ 254 milhões no quarto trimestre de 2008, de prejuízo líquido de US$ 2,64 bilhões em igual intervalo do ano anterior. As ações da UPS estavam em alta de 1,1% no pré-mercado. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.