Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa de Londres recua por Lloyds, mas Frankfurt e Paris sobem

SÃO PAULO - As bolsas europeias encerraram o pregão final desta semana com rumos divergentes. Os negócios abriram com recuperação, mas alguns índices inverteram para o território negativo após o Lloyds Banking Group informar que as dificuldades da financeira HBOS devem gerar prejuízo de cerca de 10 bilhões de libras em 2008, antes de impostos.

Valor Online |

O FTSE-100, de Londres, fechou com baixa de 0,30%, aos 4.189 pontos. Em Frankfurt, o DAX avançou 0,13%, para 4.413 pontos. O CAC 40, de Paris, fechou aos 2.997 pontos, com alta de 1,13%.

A informação do Lloyds acabou levando as ações do banco a um tombo de 32,45%, o que puxou para baixo papéis de outras instituições, como os do Royal Bank of Scotland, que caíram 7,43%, do Barclays, com recuo de 4,29% e do HSBC, cujas ações caíram 0,66%. Isso explica o tom negativo da bolsa londrina.

Já em outros mercados prevaleceram ganhos no setor energia, devido ao aumento dos preços do petróleo. As ações da Total subiram 1,49% em Paris e as da Shell avançaram 1,26%. Também fecharam em alta de 3,22% as ações da Air France.

A aérea espera resultado operacional positivo para o ano fiscal de 2009. No terceiro trimestre fiscal, o prejuízo da empresa foi de 505 milhões de euros e a companhia planeja corte de 1.200 postos de trabalho.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG