Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolsa abre em baixa, após quatro altas seguidas

Após quatro pregões consecutivos de alta, a Bolsa de Valores de São Paulo teve uma abertura de pregão negativa hoje, repercutindo o clima de ressaca que prevalece nas bolsas internacionais. O índice Bovespa abriu em queda de mais de 1%, operando abaixo dos 40 mil pontos.

Agência Estado |

Além de ter uma "gordurinha" para queimar neste mês de janeiro - com os ganhos recentes, o Ibovespa acumula valorização de 7% -, o mercado ficou frustrado com a falta de apoio dos republicanos à aprovação ontem à noite, na Câmara dos EUA, do pacote de estímulo à economia de US$ 819 bilhões.

A leitura entre os investidores esta manhã é de que a falta de apoio dos republicanos na Câmara americana representa uma derrota ao presidente Barack Obama e sinaliza que pode ser difícil a aprovação do pacote no Senado. E, por conta disso, deve demorar mais do que o previsto para o plano sair. A expectativa de Obama é que a versão final do projeto aprovado pelas duas casas - Senado e Câmara - seja ratificada antes do dia 15 de fevereiro.

Nos EUA, o índice Nasdaq futuro operava em baixa de 0,69% e o S&P 500 futuro recuava 1,24%, reagindo também a balanços ruins divulgados esta manhã, como o da Ford, que reportou prejuízo de US$ 5,9 bilhões no quarto trimestre de 2008. O mercado agora espera a divulgação indicadores econômicos, como pedidos semanais de auxílio-desemprego, encomendas de bens duráveis, vendas de casas novas e índice de atividade do Fed de Chicago.

No cenário doméstico, a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, divulgada hoje, veio como o mercado esperava, reforçando a expectativa de um corte agressivo do juro básico (taxa Selic), de 1 ponto porcentual na próxima reunião, em março. Essa leitura do mercado se baseia na avaliação do BC de perda de dinamismo da atividade e de baixo risco de repasse cambial para os preços. Assim, o mercado de ações brasileiro continua atrelado ao comportamento das bolsas no exterior e às commodities.

Às 11h13, o Ibovespa caía 1,37% a 39.677 pontos, na mínima. As ações preferenciais (PN) da Petrobras cediam 1,47% e as ordinárias (ON) desvalorizavam 2,13%. Vale PNA registrava perda de 2,15% e Vale ON, -1,80%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG