O governo da Bolívia voltou a expressar preocupação com a construção das usinas hidrelétricas no Rio Madeira, em Rondônia. O ministério (das Relações Exteriores) manifesta sua profunda preocupação ante a concessão da licença (na semana passada, o Ministério do Meio Ambiente do Brasil autorizou a construção da Usina de Santo Antônio), diz trecho de uma carta enviada pela chancelaria boliviana ao governo brasileiro.

"(Manifestamos) desconcerto pela falta de consideração com as preocupações já expressas ao chanceler (brasileiro) Celso Amorim pelo chanceler (boliviano) David Choquehuanca."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.