Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bolívia pretende exportar GLP a partir de 2010

La Paz, 8 nov (EFE) - A Bolívia pretende exportar gás liquefeito de petróleo (GLP) a partir de 2010, informou hoje o presidente da estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB), Santos Ramírez. No primeiro ou segundo trimestre de 2010 estaremos exportando GLP, porque temos um gás rico na Bolívia, afirmou Ramírez em entrevista à agência estatal de informação ABI. A venda de gás liquefeito de petróleo ao exterior responde a um projeto de prospecção de hidrocarbonetos empreendido pela companhia petrolífera estatal em diversas regiões bolivianas. Segundo o presidente da YPFB, este plano estratégico demandará um investimento superior a US$ 500 milhões em prospecção, exploração, industrialização, produção, armazenamento e transporte de combustível. Além destes gastos, Ramírez anunciou a aquisição de mais de 100 cisternas para melhorar a logística de distribuição de combustíveis no território nacional e resolver problemas de transporte de petróleo. A YPFB também implementará um programa de recuperação de mais de 1.500 poços petrolíferos, em sua maioria abandonados, para aumentar a produção de hidrocarbonetos no país.

EFE |

Este plano necessitaria de um tempo de execução de seis a oito meses e de um investimento de US$ 120 milhões em 2009. EFE lav/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG