Tóquio, 2 dez (EFE).- O Banco do Japão (BOJ) manteve hoje as taxas de juros em 0,30% ao término de uma reunião extraordinária na qual decidiu tomar medidas para garantir financiamento para as empresas japonesas.

Entre as medidas de emergência que decidiu adotar se destaca sua decisão de aceitar garantias de pior qualidade para aprovar os créditos pedidos pelas empresas.

As pequenas e médias empresas japonesas estão encontrando dificuldades para realizar financiamentos no final do ano fiscal, que terminará em março do ano que vem, por causa da crise financeira global.

Os bancos japoneses e as outras instituições financeiras permanecem cautelosas no momento de conceder créditos às empresas por temor ao risco de falência, por causa da crise econômica.

O BOJ anunciou ontem a convocação de uma reunião extraordinária, por causa da reticência dos bancos para conceder créditos às empresas.

O banco central cortou em 31 de outubro as taxas de juros de 0,50% para 0,30%, em uma decisão que muito discutida na instituição.

EFE fab/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.