Tóquio, 15 out (EFE).- O Banco do Japão (BOJ) realizou hoje sua primeira absorção de capital, de 1 trilhão de ienes (US$ 9,871 bilhões), depois de ter injetado fundos no mercado financeiro por 19 dias consecutivos, informou a agência Kyodo.

As milionárias contribuições anteriores, que chegaram a 35,6 trilhões de ienes (US$ 351,466 bilhões), tinham o propósito de fornecer maior liquidez ao sistema financeiro e suavizar as condições creditícias.

O BOJ, que forneceu fundos ao mercado desde que o banco de investimento americano Lehman Brothers quebrou, no dia 15 de setembro, considerou que havia um excesso de fundos para hoje, e decidiu retirar 1 trilhão de ienes (US$ 9,871 bilhões), segundo a agência local "Kyodo". EFE icr/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.