Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BOJ afirma que Japão precisa de reformas para enfrentar gastos com petróleo

Tóquio, 25 ago (EFE).- O governador do Banco do Japão (BOJ, autoridade monetária japonesa), Masaaki Shirakawa, disse hoje que o país deverá promover reformas econômicas para enfrentar os crescentes gastos com o petróleo e amenizar assim o impacto negativo da inflação global, segundo a agência Kyodo.

EFE |

Em reunião realizada hoje em Osaka (centro do Japão) com vários empresários desta cidade e da região, Shirakawa insistiu que o Japão deve admitir os crescentes gastos e reduzir sua capacidade de produção, porque são condições "inevitáveis".

O governador do BOJ disse que o Japão enfrenta uma "situação difícil" devido à fraqueza da economia e à alta dos preços.

Na semana passada, o banco central do Japão rebaixou sua avaliação da economia pelo segundo mês consecutivo.

Shirakawa disse ainda que o BOJ está de acordo com o Governo japonês em que a economia japonesa entrou em uma fase de contração, que encerrou seu período mais longo de expansão, iniciado em fevereiro de 2002.

Apesar dos rumores de que o BOJ poderá ser forçado a reduzir as taxas de juros para impulsionar a economia, o banco central adiantou suas preocupações com os riscos inflacionários, que geralmente representam a necessidade de aumentar o preço do dinheiro.

Além disso, Shirakawa se referiu aos possíveis riscos econômicos de se manter as taxas de juros em baixa durante muito tempo.

Na terça-feira passada, o BOJ manteve as taxas de juros em 0,5% pelo 18º mês consecutivo. EFE cej/ev/gs

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG