SÃO PAULO - A Boeing fechou um contrato de US$ 4,3 bilhões para fornecer e reformar um total de até 215 helicópteros de transporte militar CH-47F Chinook ao Exército dos EUA. O acordo tem validade até 2014.

No contrato estão contemplados pedidos firmes para 181 helicópteros, com valor de US$ 3,8 bilhões. Ele também inclui uma compra suplementar de outras dez aeronaves e uma opção para outras 24.

Ao firmar o acordo de longo prazo, a força militar norte-americana irá economizar US$ 449 milhões, pouco mais de 10%, do valor de compra total desses helicópteros. O preço médio por aparelho, segundo agências especializadas em aeronaves militares, é de US$ 20 milhões.

Entre os 181 pedidos firmes, 109 serão aeronaves novas e 72 serão helicópteros reformados - que têm parte de sua fuselagem fabricada com materiais novos.

O Exército dos EUA informou que o Congresso do país deu sua autorização para firmar o contrato de longo prazo em dezembro de 2007, quando a força americana começou as negociações com a Boeing.

Atualmente, a fabricante entregou 48 unidades do CH-47F ao Exército dos EUA, que tem planos para receber - incluindo o novo pedido - 452 aparelhos no total.

De acordo com o diretor do programa do Chinook da Boeing, Jack Daugherty, o interesse de estrangeiros pelo helicóptero de transporte também tem aumentado. Ele comentou que a Holanda adquiriu seis unidades da aeronave, com a primeira entrega marcada para o início de 2009. A empresa também negocia a venda de 16 helicópteros para o Canadá e outras 16 - com mais quatro opções - para a Itália.

A Boeing divulgou ainda a venda de quatro aeronaves Chinook a um cliente não identificado no Oriente Médio. Além disso, afirmou Daugherty, o governo dos EUA já recebeu uma carta de intenção do Egito para a aquisição desses helicópteros.

O CH-47F é a versão mais moderna do CH-47 original, desenvolvido no início da década de 1960, e que foi usado pela primeira vez em combate durante a guerra do Vietnã. Com dois rotores principais (sem a pequena hélice de estabilização), o aparelho pode levantar e transportar cargas pesadas, além de pequenos grupamentos de soldados.

(José Sergio Osse | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.