Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Boeing encerra último trimestre de 2008 no vermelho e pode cortar 10 mil

SÃO PAULO - A Boeing apresentou prejuízo líquido de US$ 56 milhões, ou US$ 0,08 por ação, no quarto trimestre, refletindo o impacto de uma greve de funcionários e despesas. Com isso, o fabricante americano prevê suprimir 10 mil empregos ainda este ano, anunciou seu presidente, Jim McNerney, em teleconferência, explicando que o grupo deverá preparar-se para enfrentar um clima econômico difícil.

Redação com agências |

 

Um ano antes, a fabricante de aviões apresentou lucro de US$ 1,03 bilhão, o correspondente a US$ 1,36 o papel.

A receita encolheu 27%, somando US$ 12,68 bilhões, devido aos efeitos de uma paralisação de pessoal, que reduziu as entregas de aviões comerciais em aproximadamente 70 unidades.

Em 2008 completo, o lucro líquido recuou 34%, para US$ 2,7 bilhões, ou US$ 3,71 por ação. A receita caiu 8%, a US$ 60,9 bilhões.

"O progresso que fizemos em muitas áreas da Boeing durante 2008 foi compensado pelo impacto da greve e nosso desempenho em alguns importantes programas de desenvolvimento", salientou o executivo-chefe e presidente da empresa, Jim McNerney, em nota.

Para 2009, a previsão é de receita de US$ 68 bilhões a US$ 69 bilhões. O lucro por ação deve ficar entre US$ 5,05 a US$ 5,35.

(Com informações do Valor Online e AFP)

Leia também:



Leia mais sobre lucros

Leia tudo sobre: lucro

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG