Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BNP Paribas sente impacto da crise e lucro diminui 56% no trimestre

SÃO PAULO - O BNP Paribas acabou o terceiro trimestre com lucro líquido 55,6% mais enxuto, de 901 milhões de euros, na comparação com período correspondente de 2007, quando marcou 2,027 bilhões de euros. A empresa destacou que conseguiu este resultado apesar de numerosas situações críticas na indústria de serviços financeiros e a turbulência sem precedentes nos mercados desde o início de setembro.

Valor Online |

O banco francês avisou que o impacto direto da crise financeira foi significativamente maior no trimestre do que nos anteriores. O custo da crise, incluindo o efeito do colapso do banco de investimentos Lehman Brothers e problemas nos bancos da Islândia, foi de 1,19 bilhão de euros antes de impostos. As receitas do BNP diminuíram 1% e ficaram em 7,614 bilhões de euros entre julho e setembro.

"O aprofundamento da crise financeira afetou pesadamente na rentabilidade da indústria de serviços financeiros no terceiro trimestre", observou o executivo-chefe do banco, Baudouin Prot.

O custo do risco aumentou para 1,992 bilhão de euros antes de impostos em relação aos 462 milhões de euros registrados no terceiro trimestre de 2007. "Este aumento substancial é basicamente resultado direto da crise financeira (1,194 bilhão de euros)", salientou a instituição em nota em sua página eletrônica.

Excluindo este impacto, o custo do risco foi de 798 milhões de euros nos três meses até setembro, acima dos 451 milhões de euros de igual intervalo do exercício anterior, como conseqüência da desaceleração na economia.

(Valor Online, com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG