Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BNP Paribas negocia com Bélgica e Luxemburgo compra de 80% do Fortis

Bruxelas, 5 out (EFE) - O banco francês BNP Paribas negocia com os Governos de Bélgica e Luxemburgo a compra de 80% das atividades bancárias do grupo Fortis nestes dois países, afirma a imprensa belga.

EFE |

Sem qualquer confirmação oficial, a rádio pública "RTBF" e a edição digital do jornal econômico "L'Echo" asseguram que os 20% restantes do capital ficariam, nos dois casos, nas mãos do Estado.

Segundo a "RTBF", esta solução permitiria que o Fortis recebesse a solidez de um grande banco pouco afetado pela crise financeira como o BNP Paribas, enquanto os Governos se manteriam como acionistas da entidade para garantir seus compromissos com os funcionários e os clientes.

Fontes citadas pelo "L'Echo" afirmam que o BNP Paribas passaria a ter participação no Fortis através de uma oferta "claramente melhor" que a feita na semana passada, quando os Governos de Bélgica, Holanda e Luxemburgo decidiram nacionalizar parcialmente a entidade.

Após esse acordo, na sexta-feira os países do Benelux dividiram a entidade e o Estado holandês ficou com todos os ativos do Fortis no país, tanto de bancos quanto de seguros, incluindo sua participação no ABN Amro, de 16,8 bilhões de euros.

O site do jornal "Le Soir" publicou hoje, com exclusividade, que o acordo firmado na sexta-feira inclui o reembolso de créditos por parte da Holanda ao Fortis por um valor total de 51 bilhões de euros.

Durante todo o dia circularam boatos sobre o futuro dos ramos belga e luxemburguês do Fortis e, enquanto supostamente se negocia a venda do negócio bancário ao BNP Paribas, não há notícias sobre o que acontecerá com a divisão de seguros.

O primeiro-ministro belga, Yves Leterme, manteve diversos contatos ao longo de todo o dia, e não descarta convocar, hoje à noite, um Conselho de Ministros extraordinário, segundo assegurou seu porta-voz à agência "Belga".

Leterme deve fazer algum tipo de declaração sobre a situação do Fortis antes da abertura das bolsas na segunda-feira. EFE mvs/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG