Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BNP Paribas fecha acordo para ficar com o banco belga Fortis

O banco francês BNP Paribas chegou a um acordo para adquirir o controle das atividades bancárias do grupo Fortis na Bélgica e em Luxemburgo. Em troca, os governos desses dois países se tornarão acionistas do maior banco francês e conservarão a capacidade de veto às decisões na entidade, conforme noticiou ontem a imprensa belga.

Agência Estado |

Segundo as informações antecipadas sobre o pacto, depois confirmadas pelo governo belga, o BNP Paribas ficaria com 75% do Fortis na Bélgica e 67% em Luxemburgo, enquanto os dois países manteriam as ações restantes.

As edições digitais dos jornais Le Soir e LEcho afirmavam na noite de ontem que o negócio envolvendo o Fortis tornaria a Bélgica acionista majoritária do BNP Paribas, com 10% do grupo francês, enquanto Luxemburgo ficaria com cerca de 1,4% do banco.

O acordo será concretizado em duas fases: na primeira, os dois governos, que têm desde o último fim de semana 49% das ações do Fortis, vão adquirir os 51% restantes, que no caso da Bélgica tem um um valor de cerca de 5 bilhões, segundo LEcho. Em seguida, as autoridades venderão ao BNP as partes acordadas por cada um deles (os 75% na Bélgica e 67% em Luxemburgo) em troca de ações no banco francês (10% do capital para a Bélgica e 1,4% para Luxemburgo).

Além disso, o BNP Paribas ficará com a divisão de seguros do Fortis na Bélgica e com sua carteira de investimentos, assim como as operações que o banco mantêm na Turquia e na Polônia. Com isso, o grupo Fortis somente conservaria sua divisão internacional de seguros.

Os problemas do Fortis começaram no ano passado, com a crise das hipotecas de alto risco. De acordo com Le Soir, as atividades de crédito "contaminadas" do Fortis serão transferidas a uma nova estrutura na qual o Estado belga terá entre 20% e 30% do capital, o BNP Paribas 10% e o restante ficaria com o grupo Fortis. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG