SÃO PAULO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje a assinatura dos dois primeiros contratos de financiamento para projetos de Parcerias-Público-Privadas (PPPs). Receberão aporte de R$ 313 milhões do banco de fomento obras de saneamento ambiental nos municípios de Rio Claro (SP) e Rio das Ostras (RJ), que irão ampliar e modernizar seus sistemas de esgotamento sanitário.

Os recursos do BNDES irão cobrir 68,5% dos investimentos totais programados para os dois empreendimentos, de R$ 456,5 milhões. O projeto de Rio das Ostras irá custar R$ 375,9 milhões, dos quais 70% virão do BNDES. Já as obras em Rio Claro custarão menos, R$ 80,6 milhões, com 62,5% amparados pelo banco estatal.

Os contratos foram assinados hoje pelo presidente do BNDES, Luciano Coutinho, durante solenidade no Palácio do Planalto, com a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Os dois projetos fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

Na PPP fluminense, a empresa beneficiária é a Sociedade de Propósito Específico (SPE) Saneamento de Rio das Ostras S.A., controlada pelo Grupo Odebrecht. Já a PPP de Rio Claro é representada SPE Saneamento de Rio Claro S. A., controlada pelos grupos Odebrecht e Safdié.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.