O presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, afirmou hoje que o problema da inflação é sério, mas não se resolve somente por contenção de demanda, exigindo também aumento de oferta, como o Plano de Safra anunciado ontem pelo governo, um poderoso instrumento nesse sentido, na sua opinião. A afirmação foi feita no 21º Fórum A Política de Desenvolvimento Produtivo, no Palácio do Planalto, promovido pela Casa Civil da Presidência da República.

Ele afirmou que o atual período de alta da inflação é um "momento de teste" que o Brasil tem plenas condições de atravessar. Segundo ele, o País tem e terá os fundamentos macroeconômicos em ordem e as politicas monetária e fiscal já foram acionadas. "Os fundamentos estão em ordem e continuarão em ordem para que este teste seja superado", declarou.

De acordo com o presidente do BNDES, o Brasil pode passar pelo desafio da inflação sem prejudicar o crescimento. "Podemos desacelerar um pouquinho, mas não vamos derrubar o crescimento", disse. Coutinho afirmou que a manutenção de um nível razoável de crescimento é necessária para a continuidade dos índices de ampliação dos investimentos, fundamental, por sua vez, na sua visão, para sustentar a expansão duradoura da economia.

Coutinho disse que o principal desafio do País, agora, é elevar a taxa de investimentos, de modo a atingir a meta de 21% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2010, estabelecida na nova política industrial.

Leia mais sobre inflação

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.