SÃO PAULO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 1,2 bilhão para que a Companhia Brasileira de Energia Renovável (Brenco) invista em lavoura de cana-de-açúcar e quatro usinas de processamento nos municípios de Alto Taquari (MT), Costa Rica (MS) e Mineiros (GO).

O chamado Pólo de Alto Taquari-Mineiros terá investimento total de R$ 1,8 bilhão, sendo que os R$ 600 milhões restantes serão financiados por um consórcio de bancos. Duas das quatro unidades devem começar o processamento em 2009 e 2010.

O pólo como um todo terá capacidade de moagem de 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por safra. A produção total de etanol pode chegar a 1,4 milhão de metros cúbicos, com possibilidade de exportação de até 220 MW de energia elétrica.

Segundo o banco de fomento, 100% da colheita será mecanizada, os equipamentos serão nacionais e o projeto deve gerar 8,4 mil empregos diretos. Desde 2004, o BNDES já desembolsou R$ 10 bilhões para o setor sucroalcooleiro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.