F realiza amanhã 2º leilão de créditos de carbono - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BM F realiza amanhã 2º leilão de créditos de carbono

A BM&FBovespa irá realizar amanhã, às 8h30, o segundo leilão de certificados de crédito de carbono, que serão vendidos a um preço mínimo de 14,20 euros por tonelada (R$ 38,45, à cotação de R$ 2,708 por euro), conforme informado hoje pela bolsa. Será ofertado um único lote de 713 mil certificados pertencentes à Prefeitura de São Paulo, que poderá receber no mínimo 10,124 milhões de euros.

Agência Estado |

Do total de certificados, ou reduções certificadas de emissão (RCEs), 454.657 pertencem ao Projeto Aterro Sanitário Bandeirantes, na zona norte da capital paulista, e outros 258.657 são originários do Aterro Sanitário São João, na zona leste.

Os aterros possuem projetos de mecanismos de desenvolvimento limpo (MDLs), que nesses dois casos consistem na geração de energia elétrica por meio da captação de gases produzidos pela decomposição de lixo. No aterro Bandeirantes, a usina termoelétrica tem capacidade de gerar 170 mil megawatts-hora (MWh) por ano. Na São João, a geração é de 200 mil MWh por ano. É por meio dos MDLs que os dois aterros geram certificados de créditos de carbono que serão leiloados amanhã.

Os créditos de carbono são comprados por países que têm a necessidade de reduzir a emissão de gás carbônico, conforme estabelecido no Protocolo de Kyoto.

A BM&FBovespa ainda não tem o número de instituições que irá participar do leilão, que será realizado pela internet (www.bmf.com.br/leilaocarbono). A garantia inicial será de 400 mil euros. O Banco do Brasil irá atuar como confirmador das cartas de crédito.

O primeiro leilão de crédito de carbono foi realizado há um ano. Foram negociadas 808.450 toneladas de dióxido de carbono pertencentes ao aterro Bandeirantes a um preço mínimo de 12,70 euros. O banco europeu Fortis Bank NV/SA arrematou o lote por 16,20 euros por tonelada de carbono, no total de 13,09 milhões de euros (aproximadamente R$ 34 milhões). Ao todo nove instituições apresentaram propostas.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG