SÃO PAULO - A BM & FBovespa pretende apresentar no início de 2009 a versão final de seu projeto de internacionalização na América Latina. O presidente da companhia, Edemir Pinto, disse hoje que o desenvolvimento dos processos está em sua última etapa, que é justamente a de propor um plano de ação para cada país em que a bolsa pretende atuar.

Segundo ele, já foram vencidas as etapas de escolha dos países e de contatos com as autoridades e participantes de cada um deles. Estão na lista Chile, Colômbia, Peru, Argentina e México, este último ainda pendente do contato oficial.

A idéia da bolsa brasileira é montar uma câmara de compensação em cada país. Também conhecida como "clearing", esse tipo de empresa atua como contraparte central nas negociações entre investidores no mercado de ações, derivativos, ou outros instrumentos financeiros.

"Os planos de ação já estão sendo elaborados dentro de casa. No primeiro trimestre do ano que vem eles serão mostrados, para transformar a expectativa em realidade", disse o executivo.

Ele também revelou a intenção de enviar equipes de venda da BM & FBovespa para a Europa e Ásia, o que deve ocorrer até abril do próximo ano. "Há muitos interessados em comprar nossos sistemas", comentou Edemir.

(Murillo Camarotto | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.