Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bloqueios fazem o sul da Bolívia ficar sem gasolina

SÃO PAULO - O Departamento de Tarija, no sul da Bolívia, ficará sem gasolina e sem gás liquefeito de petróleo (GLP) nos próximos dias, assim que acabarem os estoques atuais, disse a estatal YPFB. A empresa disse que não consegue reabastecer a região por causa dos bloqueios de estradas feitos pela oposição.

Valor Online |

Estradas que ligam a região produtora de petróleo e gás natural da Bolívia ao restante do país foram bloqueadas nesta segunda-feira por manifestantes que exigem do governo federal o repasse dos recursos do Imposto Direto sobre Hidrocarbonetos (IDH).

Todo o Chaco está de pé. Não permitiremos que nos tirem, da noite para o dia, os recursos que custaram tanto sangue de nossa gente , declarou por telefone Jorge Valdivieso, presidente do comitê cívico de Yacuiba (Tarija).

O protesto, que paralisou a região do Chaco, recebeu apoio dos governadores departamentais opositores ao presidente Evo Morales, que preparam medidas de pressão para impedir o referendo sobre a nova Constituição no dia 7 de dezembro.

A paralisação de estradas que ligam a região do Chaco com o resto do país e também com Paraguai e Argentina completou uma semana nas cidades de Yacuiba, Villamontes, Caraparí (Tarija), Macharetti (Chuquisaca), Boyuibe, Camiri e Abapó (Santa Cruz).

Leia mais sobre gasolina

Leia tudo sobre: gasolina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG