feito na Campus Party desmistifica os blogs - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Blogumentário feito na Campus Party desmistifica os blogs

Blogumentário feito na Campus Party desmistifica os blogs Por Wladimir DAndrade São Paulo, 21 (AE) - Um documentário gravado na edição 2008 da Campus Party desmistifica a ideia de que os blogs mudaram radicalmente a comunicação na internet. Esta é a conclusão da equipe que produziu o Blogumentário, nome do vídeo que será apresentado na sexta-feira (23), na edição deste ano da Campus Party, maior evento de inovação tecnológica e entretenimento em rede do mundo e que, pela segunda vez, acontece em São Paulo - até domingo.

Agência Estado |

"Os blogs não revolucionaram nada", constatou o empresário Lucas Mello, responsável pelo vídeo, depois de fazer o trabalho. De acordo com ele, as mais de cem entrevistas realizadas mostraram que, apesar de ser uma ferramenta "poderosa" e "mais ágil", os blogs não mudaram o comportamento das pessoas ao se comunicarem. "A revolução quem está fazendo são as pessoas", diz. Segundo ele, a iniciativa de produzir conteúdo é muito antigo e sempre foi "da natureza do homem".

Os blogs são, portanto, apenas um novo canal de disseminação de material e um meio "eficaz" de espalhar conteúdo na internet. "Dá para concluir que a tecnologia só potencializou um comportamento já existente." Além disso, o empresário, sócio-fundador de uma da agência de comunicação, conta que há depoimentos que indicam uma profissionalização da blogosfera, como é chamado o universo dos internautas que mantêm um site para publicação de conteúdos diversos, de informações a relatos da vida pessoal do autor.

"Aquele tipo de blog coloquial, em que o autor conta histórias da sua vida, está perdendo espaço", diz. O empresário explica que, a partir do momento em que os blogs ganharam visibilidade, a responsabilidade pelo que é publicado aumentou. "De repente, um blog que era lido por um grupo de 30 amigos passa a ser acessado por 30 mil pessoas. O nível de compromisso mudou", diz. "Hoje, um blog pode concorrer com qualquer veículo. Tem gente que paga o aluguel mantendo blog."
Segundo ele, esse tipo de blog "para amigos" está migrando para os chamados microblogs, feitos para publicação de textos curtos e rápidos, como o Twitter, onde, afirma, há um compromisso menor com o conteúdo divulgado. Produção Para fazer o vídeo, Mello conta que sua empresa se mudou temporariamente para a Campus Party, que em fevereiro de 2008 aconteceu no prédio da Bienal de São Paulo. O objetivo era apenas "registrar" e mostrar a pessoas e empresas o movimento blogueiro.

Porém, ele admite que o Blogumentário serviu para a equipe de sua empresa "conhecer bem" uma das grandes áreas em que atua e que, por isso, trará muitos benefícios profissionais. As entrevistas começaram com a simples pergunta: "Por que você resolveu abrir e manter um blog?" A partir daí, conta, o assunto se desenvolveu tanto que as horas gravadas ultrapassaram em quatro vezes a meta de 5 horas de registros.

"Vamos dizer que isso foi um problema bom", afirma Mello. Entre os entrevistados estão blogueiros e pensadores da comunicação, entre eles o apresentador Marcelo Taz; Heather Champ, gerente de comunidades do Flickr; e o jornalista Rodrigo Mesquita, da Peabirus, rede social que já possui cerca de 50 mil usuários e 800 comunidades entre empresas, instituições e temáticas. Mello destaca ainda a experiência de conviver durante uma semana entre os blogueiros.

A equipe de 22 funcionários pagou inscrição e ficou acampada no terceiro andar da Bienal, assim como os participantes da Campus Party. "O bacana mesmo foi se misturar com as pessoas", afirma. Ele se refere inclusive a algumas pessoas com quem a equipe mantinha contato durante todo o ano, em razão das campanhas criadas pela agência, mas nunca tinha conhecido pessoalmente. "Entendemos o universo que a gente trabalha", conta.

O "Blogumentário" será apresentado na sexta-feira, às 20 horas, na CampusBlog, área da Campus Party - Centro de Exposições Imigrantes, na zona sul da capital paulista. A partir de março, estará no blogumentario.org, segundo Mello. Até lá, algumas entrevistas estarão disponíveis no site.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG