Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BID ressalta benefícios da melhora na infra-estrutura latino-americana

Washington, 22 set (EFE).- A melhora das infra-estruturas na América Latina pode ser um fator para baratear os custos do transporte e impulsionar as exportações da região, segundo um estudo publicado hoje pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

EFE |

O aumento da presença no mercado mundial de China e Índia obrigou a América Latina a repensar para que seus produtos sigam sendo competitivos no panorama internacional.

Uma das principais vantagens é sua proximidade geográfica com os mercados maiores do mundo e, especialmente, com seu maior consumidor, os Estados Unidos.

No entanto, estradas em mal estado, aeroportos, portos congestionados e serviços de alfândegas ineficazes, aumentam o tempo de envio e agregam custos adicionais ao transporte dos produtos, o que pode contribuir para eliminação desta vantagem.

Por essa razão, o BID ressaltou a importância de se fazer reformas destinadas a melhorar o transporte para baratear custos e aumentar a competitividade.

"As necessidades do transporte devem ocupar um espaço central no debate sobre as políticas comerciais, especialmente depois do colapso das conversas de Doha", informou em comunicado o economista do BID e diretor do estudo, Mauricio Mesquita.

Segundo o BID, com a diminuição de 10% no custo do transporte, a região poderia aumentar em mais 20% o número bens a exportar.

No entanto, advertiram que sem uma melhora significativa no transporte, "será difícil uma maior presença de América Latina e Caribe nos mercados mundiais e seguirá sendo um objetivo difícil de alcançar". EFE elv/rr

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG