WASHINGTON - O Banco Interamericano de Desenvolvimento anunciou, nesta sexta-feira, um empréstimo de US$ 1 bilhão ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para ampliar o crédito a pequenas e médias empresas do País.

Segundo informou o BID em comunicado, o programa, no qual participarão mais de 80 bancos do sistema financeiro brasileiro, poderá beneficiar até 30 mil empresas.

Segundo o Banco Interamericano, o crédito gerado a partir do empréstimo do BID permitirá financiar projetos de expansão, equipamento e modernização de micro, pequenas e médias empresas.

"Este anúncio reafirma a associação a longo prazo entre o BID e o BNDES, e é oportuno em um momento em que as micro, pequenas e médias empresas enfrentam problemas de escassez de crédito", destacou o presidente do BNDES, Luciano Coutinho.

O representante do BID no Brasil, José Luis Lupo, destacou que "as micro e pequenas empresas sempre foram uma prioridade para o BID".

"Neste momento, dada sua capacidade para gerar emprego e aumentar a competitividade das cadeias produtivas, estas empresas são chave para fortalecer as exportações e a economia em seu conjunto", acrescentou Lupo.

A operação aprovada nesta sexta-feira tem um prazo de 20 anos, com um período de carência de quatro anos. A contrapartida do BNDES chega a US$ 1 bilhão, disse o BID.

O empréstimo para o BNDES é o terceiro pelo mesmo valor de uma linha de crédito condicional de US$ 3 bilhões de dólares lançada em 2004.

Leia mais sobre BID

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.