Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BHP Billiton vai reduzir custos com corte de produção e demissões

SÃO PAULO - Acompanhando as medidas de corte de custos de suas rivais Rio Tinto e Vale diante da queda das commodities no mercado mundial, a mineradora anglo-australiana BHP Billiton anunciou nesta quarta-feira que irá fechar uma mina de níquel na Austrália, além de reduzir a produção de carvão e cortar 6% de sua força de trabalho global. Estas são decisões muito sérias e nós não vamos minimizá-las, mas no fim, elas são necessárias e são as decisões corretas, afirmou o chefe do departamento financeiro da BHP, Alex Vanselow, às agências internacionais.

Valor Online |

O projeto australiano de níquel Ravensthorpe formou uma das maiores minas da empresa. No entanto, com a queda abrupta do preço do níquel, unido ao aumento dos custos de mineração, a Ravensthorpe não gerou o lucro esperado em 2004, quando a companhia desenvolveu os planos de investimento no projeto. "Agora, nossa maior preocupação está nos países da OCDE (Organização para Cooperação do Desenvolvimento Econômico) e nas demais nações desenvolvidas, que são o núcleo das incertezas que estamos vendo", afirmou Alex Vanselow.

Vanselow disse também que a produção de carvão na Austrália será reduzida de 10% a 15%, e que outras minas podem ainda ser fechadas, dependendo do grau de incerteza no mercado mundial de commodities.

Em meio à crise, outra medida de corte de custos da empresa será a demissão de 6 mil funcionários de sua força de trabalho mundial. Somente na Austrália, serão 2.100 empregos cortados em Ravensthorpe, 200 em um projeto de urânio 1.100 em uma base de carvão. Além disso, também serão dispensados 550 trabalhadores nos EUA e 2 mil no Chile.

Esta notícia vem depois que a Rio Tinto, antigo alvo de aquisição da BHP, anunciou a demissão de 14 mil funcionários e a Vale, de 1,3 mil. Juntamente com as duas companhias, a BHP Billiton domina 70% do comércio transoceânico de minério de ferro. Diante das notícias das medidas de redução de custos, as ações da mineradora anglo-australiana caíram 2,4% em Sydney.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG