Tamanho do texto

A mineradora anglo-australiana BHP Billiton aumentou sua participação na refinaria Alumar, projeto da companhia no Brasil, de US$ 725 milhões para US$ 900 milhões, em razão da desvalorização do real e de pressões de custo. Em julho, a mineradora Alumina (parceira da BHP no projeto, juntamente com Alcoa e Rio Tinto) havia alertado sobre a necessidade de se rever o orçamento para a refinaria.

Apesar de registrar redução no crescimento do mercado chinês em seu primeiro trimestre fiscal de 2009, a BHP acredita que os países emergentes continuarão crescendo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.