Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BG anuncia investimento de US$ 4 bi no pré-sal

A britânica BG, uma das principais sócias da Petrobrás no pré-sal, vai investir em torno de US$ 4 bilhões apenas na área de Tupi nos próximos três anos. A informação foi dada ontem pelo secretário de Desenvolvimento do Rio de Janeiro, Julio Bueno, que participou ontem de almoço entre o governador Sérgio Cabral, os principais executivos mundiais da companhia e o presidente da BG no país, Armando Henriques.

Agência Estado |

"Este investimento é apenas o primeiro passo para o volume grandioso que será investido no pré-sal", disse Bueno, lembrando que bancos já estimaram um valor total de US$ 600 bilhões no desenvolvimento do pré-sal na Bacia de Santos. Apesar de parecer insignificante perto de tal montante, o valor a ser aplicado pela BG é quase o triplo do total investido pela companhia no país até hoje, que atingiu a US$ 1,5 bilhão, incluindo a compra da Comgás, em 1999.

O secretário acredita que a maior parte dos investimentos será revertida para o Rio, já que as indústrias de equipamento estão instaladas no Estado e boa parte dos royalties também serão destinados à região.

Bueno disse ainda que não acredita num "desestímulo" do pré-sal devido ao preço baixo do barril de petróleo ou à crise financeira. A queda no preço do barril, segundo ele, também não deverá afetar a arrecadação de royalties e participações especiais no estado do Rio. Isso porque, disse o secretário, o orçamento anual não tomou como base um barril a US$ 140, mas sim a US$ 60.

Ainda segundo Bueno, a BG informou que o volume de investimentos será destinado à instalação do projeto piloto de Tupi, previsto para entrar em operação em 2010, além de outros equipamentos necessários para colocar a área em produção. A previsão, que já havia sido divulgada pela Petrobrás, é de que Tupi produzirá 100 mil barris por dia com a entrada do projeto piloto.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG