O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou no início desta noite que o governo não está preparando um pacote de medidas para combater os efeitos da crise, mas estuda ações que poderão ser adotadas caso o governo julgue necessário. Pacote quem tem são os Estados Unidos, e eles ainda não votaram.

Se eles, que estão em crise, não votaram, nós vamos fazer um pacote aqui?", questionou. "Nós estamos estudando, acompanhando com atenção. Acho que está tudo tranqüilo. Vamos tomar medidas caso seja necessário", disse em entrevista na entrada do Ministério da Fazenda, onde participará da reunião do Conselho Monetário Nacional.

Segundo ele, não há motivos para o governo agir de maneira açodada. "Estamos preocupados, mas não pode ter desespero. Não somos irresponsáveis de não ter medidas que possam ser adotadas caso seja necessário", acrescentou ao ressaltar a necessidade de se acompanhar com atenção os desdobramentos da crise.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.