Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bernardo minimiza aumento de expectativas para IPCA

O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, tentou minimizar a importância da pesquisa semanal Focus, divulgada pelo Banco Central a partir das projeções feitas pelo mercado, que hoje mostrou aumento das expectativas para a inflação oficial, medida pelo IPCA, em 2010 e 2011. A Focus é toda errada.

Agência Estado |

Começa uma projeção em janeiro e até 15 de dezembro eles (os analistas) estão revisando suas projeções", disse ele antes de participar de congresso sobre gestão pública, realizado em Brasília.

Questionado sobre o fato de o BC considerar a Focus como parâmetro para as decisões de política monetária, Bernardo respondeu que a autoridade monetária também trabalha com outros fatores para tomar decisões. Segundo o ministro, não se deve "amarrar seu burro" nessa questão porque, "com certeza, o burro vai fugir".

O ministro não quis revelar qual será o tamanho do corte no Orçamento de 2010 previsto para ser divulgado na próxima sexta-feira. Ele afirmou, no entanto, que a equipe econômica está sendo conservadora em suas projeções de receitas e vai adequar as despesas a isso. Bernardo reiterou que a meta de superávit primário de 2010 será mantida em 3,3% do PIB em 2010 e a projeção de crescimento da economia, em 5,2%, a despeito de no mercado e também no Banco Central as estimativas serem mais elevadas. "Como somos mais conservadores que o BC, estamos trabalhando com 5,2% de crescimento", afirmou.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG