Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bernanke: pacote não é gasto, é uma compra de ativos

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Ben Bernanke, afirmou hoje que o plano do Tesouro dos EUA não é um gasto de US$ 700 bilhões. É uma compra de ativos.

Agência Estado |

Em depoimento ao Comitê Bancário do Senado, Bernanke explicou que a compra de ativos ligados a hipotecas será feita por meio de um sistema de leilão reverso, onde as instituições lançariam propostas de venda dos ativos para o Tesouro.

Repetindo os comentários de Bernanke, o Secretário do Tesouro dos EUA, Henry Paulson, explicou que, assim que o Tesouro der o seu lance na dívida relacionada a hipoteca, isso irá funcionar como "um mecanismo de descoberta de preço". "Ficará mais fácil para o capital privado entrar no mercado", completou Paulson.

Bernanke disse ainda que o preço de US$ 700 bilhões do plano de resgate do Tesouro, que representa cerca de 5% de todas as hipotecas pendentes, não significa que custará essa quantia aos contribuintes. Se o plano for bem executado, os contribuintes "receberão um bom valor" pelos ativos comprados no plano, afirmou. Além disso, "é uma condição prévia para uma recuperação saudável da nossa economia", completou Bernanke.

Preços no mercado

Bernanke pediu uma rápida ação no plano do Departamento do Tesouro para comprar ativos ligados a hipotecas sem liquidez, afirmando que o processo deve ajudar a estabelecer os preços no mercado. Ele também detalhou um cenário de aumento do desemprego, mais execuções imobiliárias e queda do Produto Interno Bruto (PIB) se nada for feito para impulsionar os mercados financeiros.

Bernanke instou os congressistas a fazer uma distinção entre preços "fire-sale" (venda em liquidação, a qualquer preço) e preços "hold-to-maturity" (se o título fosse mantido até o vencimento) para esses mercados. Dadas as incertezas nos mercados financeiro e imobiliário, o preço de venda em liquidação, explicou Bernanke, pode ser muito menor do que o preço do título mantido até o vencimento, potencialmente alimentando "um ciclo vicioso" de vendas de ativos e mais baixas contábeis.

"Dentro do programa do Tesouro, leilões e outros mecanismos podem ser criados para dar ao mercado boa informação sobre o que é o preço hold to maturity em uma larga classe de ativos relacionados a hipotecas", disse Bernanke. Ele também indicou que seria receptivo a mais ações para evitar execuções imobiliárias. "Estou certo que muito mais pode ser feito, eu apoiaria mais ação", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG